top of page

Solidariedade com o povo palestino – pelo fim da ocupação!

Declaração do Bureau da IV Internacional sobre a situação na Palestina


A causa primeira da violência é a ocupação da Palestina pelo Estado israelense. O povo palestino tem sofrido o impacto de morte e destruição nos últimos 75 anos. A situação na Faixa de Gaza é particularmente desumana: sua população tem sido submetida a humilhação contínua, punição coletiva e violência por parte do Estado israelense. Apelos por uma “desescalada” são inúteis, condenações unilaterais da violência do Hamas são hipócritas, enquanto esta causa fundamental não for enfrentada.


O Estado israelense, governado por coalizões variadas, adotou a estratégia de transformar a Faixa de Gaza em uma prisão a céu aberto, submetendo sua população regularmente a ofensivas violentas. A ofensiva do Hamas demonstrou a natureza insustentável dessa estratégia desumana. Mas, no lugar de buscar maneiras de acabar com a violência e o sofrimento, o Estado colonial israelense, apoiado por governos de todo o Ocidente, apenas redobra sua estratégia, tornando inevitáveis mais derramamento de sangue e sofrimento.


Já se ouvem vozes pedindo a intensificação da opressão do povo palestino, com membros do governo israelense adotando uma retórica genocida sobre a luta contra “bestas desumanas” e apelos totalmente cínicos para que o povo palestino deixe a Faixa de Gaza se quiser se salvar das operações israelenses. Isso significa piorar ainda mais uma situação que está gerando muitas vítimas civis palestinas e israelenses, o que deploramos.


Condenamos a hipocrisia dos que agem como se a violência tivesse surgido do nada e ignoram 75 anos de opressão colonial do povo palestino pelo Estado de Israel. Nada pode justificar ataques a civis, e esse padrão deve ser universalmente respeitado na condenação de todos os crimes de guerra. Recusamo-nos a nos juntar ao coro dos que condenam a violência quando praticada por palestinos, mas a ignoram ou, como os governos ocidentais, a apoiam ativamente, na forma de crimes de guerra contínuos e crimes contra a humanidade, quando praticada pelo Estado de Israel. A chamada comunidade internacional é profundamente cúmplice de tornar a violência inevitável e não oferece soluções para enfrentar o que a causa: a ocupação contínua do território palestino. Essa opressão, realizada por um Estado que é amplamente superior no plano militar e apoiado pelos países mais poderosos do mundo, tornará inevitáveis futuras explosões violentas. Todos os que têm apoiado essa ocupação por décadas são responsáveis.


Não compartilhamos a estratégia e as táticas do Hamas porque esse caminho não pode pôr fim à ocupação, que é a única maneira de acabar com a violência. O fim da ocupação só é possível por meio da resistência coletiva das massas palestinas, juntamente com os ativistas antiguerra no Estado de Israel e com o apoio de seus aliados internacionais. Como IV Internacional, temos orgulho de estar entre estes aliados.


Estamos com povo palestino em sua resistência contínua contra o colonialismo israelense e em sua luta por autodeterminação. É por isto que pedimos a intensificação do apoio à campanha BDS (Boicote, Desinvestimento e Sanções), a declarações e a manifestações de solidariedade ao povo palestino.


Nossos objetivos são o fim do colonialismo israelense e a criação de um Estado com direitos iguais para todo o seu povo. No nível imediato, exigimos a cessação das ações do Estado israelense contra a população palestina em Gaza, na Cisjordânia e em Jerusalém Oriental e o fim de qualquer tipo de relacionamento com o regime colonial de apartheid israelense.


10 de outubro de 2023


112 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page